2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

SAAE FAZ IMPORTANTES INVESTIMENTOS PARA AUMENTAR OFERTA DE ÁGUA À POPULAÇÃO ESTANCIANA

09/03/2021 às 10h56

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O Governo Municipal não tem esmorecido do objetivo de garantir água à população estanciana que beira os setenta mil habitantes. Estância possui vinte e quatro mil usuários de água cadastrados, destes, vinte mil estão ativos e presentes nos quatro cantos da cidade, é o que revela a Diretora Operacional, Kênia Costa.

Para atender a esta demanda, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) tem trabalhado, incansavelmente, na oferta de prestar atendimento de excelência atento à necessidade de expansão das redes, ao aumento do volume de água, assim, superando seus limites e desafios, até que o líquido precioso faça-se presente nas torneiras.

De 2017 para cá, diante dos investimentos efetivados, é observado que reduziu bastante o número de vazamentos cidade a fora levando à redução da falta de água. O SAAE investiu na troca de 4,5 km tubulação de amianto por PVC e também na instalação de registros em pontos estratégicos da rede de água, para que não precise desligar o bombeamento da Estação de Tratamento de Água (ETA) em todas as intervenções para manutenção, podendo-se fechar registros e interromper o abastecimento na localidade específica do serviço. Enquanto isso, o Reservatório Central continua sendo abastecido pela ETA e, concluída a manutenção, são abertos os registros e a cidade continua abastecida. O SAAE tem trabalhado nesse liame, esclarece Kênia Costa.

O serviço que o SAAE oferta à população é de excelente qualidade em comparação a outras companhias de serviços semelhantes, avalia a Assessora Técnica Sarah Oliveira.

“Se reclamado um vazamento, por exemplo, nossa equipe vai de pronto resolver. Em certos casos é preciso desligar o reservatório para consertar vazamentos. Estamos corrigindo isso com a instalação de registros em muitos pontos da rede para que não precise desligar o reservatório quando desses serviços, o SAAE não quer que a população fique desassistida”, revela.

ADUTORA NA CIDADE NOVA

Os conjuntos Santo Antônio, Paulo Amaral e Nova Esperança sofrem com a intermitência de abastecimento de água há mais de 20 anos. O SAAE está trabalhando na construção do Sistema de Abastecimento de Água daqueles conjuntos para atender a essa demanda. Segundo o diretor técnico, Markus Vinícius, 90% de toda a tubulação dessa obra estão concluídos e está em andamento a construção do reservatório em concreto armado.

“A adutora irá transportar água de poços perfurados na Biriba e no Recanto Verde até o reservatório que está em construção no Conjunto Santo Antônio, com a capacidade de 200 mil litros para, a partir daí, ser distribuída para a população através da rede reforço implementada. Além dos Conjuntos Santo Antônio, Paulo Amaral e Nova Esperança, a avenida Camilo Calazans também será beneficiada. É uma obra de grande desafio para o SAAE que investe aproximadamente R$1,5 milhão de reais com recursos próprios”, revela o Diretor Técnico Markus Vinícius.

Com a adutora em funcionamento, a água que hoje atende os citados conjuntos irá aumentar a oferta de água para a Cidade Nova. Segundo Markus Vinícius a adutora poderá entrar em atividade já a partir de agosto, no segundo semestre, e por fim à intermitência de água nos citados conjuntos.

SÃO PAULO E SÃO JORGE

O SAAE está ultimando um projeto que tem como escopo aumentar a oferta de água para atender o Loteamento São Paulo e o Bairro São Jorge. Já foram perfurados dois poços artesianos, com recursos do Governo Federal, via Caixa Econômica, localizados no entorno do forródromo.

“Os poços apresentaram excelente vazão, muito bons; já temos projeto para fazer um sistema de reforço com a construção de Reservatório com capacidade para cem mil litros de água, um investimento da ordem de R$600.000,00, que tem como fito reforçar o abastecimento de água daquela localidade”, disse Markus Vinícius.

O desafio é visto com primazia pela Gestão Municipal. O Assentamento Vitória, por exemplo, uma comunidade na zona urbana que por cerca de cinco anos não tinha acesso a água encanada, hoje tem água nas suas torneiras. Esta semana o Prefeito Municipal autorizou que fosse feito o complemento de mais de 600 metros de extensão em canos para atender famílias do Povoado Caraíbas que há anos não possuíam água nas torneiras.

O prefeito Gilson Andrade entende que água é um dos insumos mais importantes para a população e orienta o SAAE a trabalhar com o foco nessa proposição.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação