2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Secretaria Municipal da Saúde realiza palestra sobre a Tuberculose para população do bairro Cidade Nova

Fonte: SECOM
27/03/2019 às 14h49

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Com o intuito de orientar a população sobre os perigos causados pela Tuberculose, a Prefeitura de Estância, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizou na manhã desta quarta-feira, 27, no Salão Paroquial do bairro Cidade Nova, uma palestra sobre a Tuberculose para alunos do 5° ano da Escola Laura Cardoso Costa e moradores do bairro. A ação faz parte das estratégias utilizadas pela Equipe do Programa de Saúde da Família do Centro de Referência Leonor Franco, e são alusivas ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado no último domingo, 24 de março.

A palestra, ministrada pela Dra. Renata Helen, enfermeira Elline Alves e pelos estudantes de medicina Vinícius Gambardella, Simone Beatriz, Rhaayna Coelho, Rafael Chaves e Rute Farias, abordou assuntos relacionados à prevenção, diagnóstico precoce, sintomas e tratamento. Além de informar os sintomas e tratamento da doença, a palestra chamou atenção da população sobre a gravidade da doença quando não tratada corretamente e da importância de se completar o tratamento, evitando a disseminação da doença.

O tema recebeu atenção especial da Secretaria Municipal de Saúde tendo em vista que em Sergipe foi diagnosticado o aumento de notificações de casos de tuberculose, e segundo estimativas da OMS, um terço da população mundial está infectada pelo Mycobacterium tuberculosis. “Aqui na Unidade Leonor Franco realizamos uma programação para que cade mês abordemos um tema relvantes para a população. Em nosso estado estão aumentando as notificações de casos de Tuberculose, por isso a gente resolveu fazer essa palestra na comunidade do bairro Cidade Nova com o intuito de alertar a população sobre os cuidados com a saúde. Caso o paciente apresente alguns sintomas como febre mais vespertina, tosse, escarro com sangue, falta de apetite, perda de peso, deve procurar a UBS para fazer o tratamento que é totalmente gratuito”, expressou a enfermeira Elline Alves.

A transmissão da tuberculose é direta, de pessoa a pessoa. O doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotículas de saliva que podem ser aspiradas por outro indivíduo. “A Tuberculose é uma doença altamente contagiosa, mas a pessoa só se contamina através de contato com secreções áreas ou nasofaringe. Ou seja, a pessoa pode ser contaminada mediante contato próximo ((tosse, expiro) por tempo prolongado ou em ambientes fechados. É importante ressaltar que uso de talheres, roupas compartilhadas , relação sexual, nada disso pode contagiar ou contaminar outra pessoa e causar tuberculose. O contágio ocorre basicamente através do contato com as secreções através de tosse e expiro”, informou a estudante de medicina Simone Beatriz.

Sinais e sintomas

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). Pessoas com AIDS, diabetes, insuficiência renal crônica, desnutridas, idosos doentes, alcoólatras, dependentes de drogas e fumantes são mais propensos a contrair a tuberculose.

De acordo com o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas mais frequentes são:

– Tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, podendo evoluir para tosse com pus ou sangue;

– Cansaço excessivo e prostração;

– Febre baixa geralmente no período da tarde;

– Suor noturno;

– Falta de apetite;

– Emagrecimento acentuado;

– Rouquidão.

Alguns pacientes, entretanto, não exibem nenhum indício da doença, enquanto outros apresentam sintomas aparentemente simples, que não são percebidos durante alguns meses. Pode ser confundida com uma gripe, por exemplo, e evoluir durante 3 a 4 meses sem que a pessoa infectada saiba, ao mesmo tempo em que transmite a doença para outras pessoas.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação