2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Alunos da Escola Nilson Barreto Socorro assistem palestra sobre o mosquito Aedes aegypti

Fonte: SECOM
14/05/2018 às 12h11

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Com o objetivo de conscientizar os estudantes sobre como prevenir a dengue, a Zika e a chikungunya, que são doenças transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), realizou, nesta segunda-feira, 14, uma palestra voltada à prevenção destas doenças, na Escola Municipal Professor Nilson Barreto Socorro, no bairro Cidade Nova.

Na oportunidade, as crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental (1º e 2º ano) com faixa etária entre 4 e 9 anos foram orientadas pelo cirurgião dentista, Sandro Alex Costa Araújo, que faz parte do Programa de Saúde da Família (PSF) do Município, sobre o ciclo de vida do mosquito até a eclosão dos ovos, além dos sintomas e prevenção. “Apresentaremos um vídeo educativo com imagens para orientarmos as crianças sobre como exterminar os criadouros, que é onde os mosquitos nascem e se desenvolvem. Além disso, será apresentada uma paródia tornando a atividade lúdica, enfatizando a importância de cuidar do ambiente e não deixar o mosquito nascer, já que é a única maneira de evitar a dengue e essas outras doenças transmitidas pelo mosquito”, explicou o profissional da saúde antes do início da palestra.

A diretora da unidade escolar, Josefina de Paula Costa, disse que a palestra, além de atrair a atenção das crianças pela maneira lúdica, a apresentação também possibilita que elas sejam multiplicadoras da ação levando as informações sobre a prevenção aos seus pais, assim como os vizinhos. “Uma ação como essa surte mais efeito, pois, as crianças, de certa maneira, vão cobrar responsabilidade dos pais e vizinhos, por exemplo”, salientou a diretora, Josefina de Paula Costa.

O aluno Cândido Portinari Araújo da Silva, 8, falou que sabe bem o que é a dengue e em casa está atento aos cuidados. “Não devemos deixar água parada porque senão dá mosquito da dengue e a agente fica doente”, disse ele. Já para Alana Luiza Matos de Carvalho,7, o assunto é novidade. Ela disse que vai prestar muita atenção na palestra e está ansiosa para chegar em casa e contar a novidade que aprendeu na escola.

Sobre a Dengue

A picada do mosquito é a única forma de transmissão e os principais sintomas da dengue são: febre, dor de cabeça, nas articulações e atrás dos olhos, além de fraqueza e falta de apetite muito parecidas ao começo de uma gripe. Em alguns casos, o doente pode apresentar manchas pelo corpo, náuseas, vômitos e sangramentos. Caso tenha alguns dos sinais, é importante procurar um serviço de saúde, tomar bastante líquido e não fazer uso de medicamentos a base de ácido acetilsalicílico (AAS).

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação