2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Capacitação envolve auxiliares da saúde bucal e técnicos de enfermagem

Fonte: SECOM
13/04/2018 às 13h43

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A Prefeitura de Estância, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), promoveu, na manhã dea sexta-feira, 13, no auditório da Universidade Tiradentes (Unit), Campus Estância, a capacitação sobre o Protocolo de Esterilização foi voltada aos auxiliares da saúde bucal e técnicos de enfermagem que atuam nas unidades de saúde do Município, e foi dividida em duas turmas, sendo uma na sexta e outra nesta segunda-feira, 16, envolvendo, ao final, 88 profissionais participantes.

Abrindo o evento, a coordenadora da Atenção Básica, Daniele Fahel, destacou a iniciativa deste setor da SMS que, constantemente, promove capacitações tendo em vista disponibilizar à população um serviço de saúde com qualidade sempre melhor. “O nosso objetivo é capacitar todos os profissionais que atuam nas unidades de saúde do Município, ou seja, desde os que trabalham na porta de entrada (no acolhimento), até aqueles que estão dentro dos consultórios médicos”, destacou.

O tema da capacitação está sendo ministrado pela cirurgiã dentista, Louise Barbosa que aborda as atribuições do auxiliar/técnico de enfermagem e da saúde bucal quanto aos procedimentos operacionais, tais como o padrão de limpeza, desinfecção e esterilização de materiais, na tanto na parte de odontologia, como na de insumos para realização de curativos. Além da apresentação teórica, também há a prática em consonância com as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC).

Esterilização

“O procedimento de esterilização consiste na prática de medidas de prevenção e controle de infecções na odontologia e na enfermagem, nos quais são utilizados agentes químicos para a destruição de todas as formas de vida microbiana, evitando, assim, a contaminação em procedimentos cirúrgicos, curativos ou na realização de qualquer outro procedimento, além de evitar a transmissão de doenças entre os pacientes. Não adianta um médico, enfermeiro ou dentista desenvolver o seu trabalho se o material que for utilizar não estiver esterilizado. Então, tem-se a necessidade dessa capacitação que atualiza os profissionais técnicos e auxiliares para que os usuários (pacientes) não sejam prejudicados”, destacou a coordenadora de Educação Permanente da SMS, Jéssica Larissa.

A auxiliar de saúde bucal, Renata Ribeiro, que, há nove anos desenvolve a função, também parabeniza a iniciativa da Secretaria Municipal da Saúde em realizar essa capacitação, pois, de acordo com ela, proporciona a atualização dos profissionais e, com isso, os pacientes também saem ganhando porque terão um atendimento com mais qualidade dentro dos padrões estabelecidos Conselho Regional de Odontologia (CRO).

Essa também é a opinião da técnica de enfermagem, Solange Cruz Marques, que atua na profissão há 34 anos e atualmente é diretora do Centro de Referência Dr. Clóvis Franco. “A realização dessa capacitação é muito válida e vem a engrandecer nossos conhecimentos que serão refletidos para a população, trazendo um efeito muito positivo”, disse.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação