2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Estância está no seleto grupo que cumpre suas obrigações com o magistério em Sergipe

Fonte: PREFEITURA DE ESTÂNCIA
12/02/2020 às 11h09

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Embora o reajuste do piso salarial do magistério seja assegurado pela Lei Federal 11.738/2008, em Sergipe, de acordo com matéria veiculada na última terça-feira, 11, na imprensa estadual, apenas 14 municípios do interior estão cumprindo com as suas obrigações, e um deles, é a cidade de Estância. De acordo com a lei, professores e professoras da rede pública de todo o Brasil devem ter seus salários reajustados anualmente, sempre no mês de janeiro, respeitando a carreira, no nível de formação acadêmica e no tempo de serviço de cada professor.

“Desde que assumimos a gestão da prefeitura de Estância temos tido uma preocupação especial e um carinho redobrado com os nossos professores, categoria que sofreu por alguns anos sem ter seus direitos preservados, por isso que desde o início tratamos de abrir um canal de diálogo com a categoria, pagamos o retroativo de 2016 e ano a ano garantimos o pagamento do piso e do seu reajuste”, disse o prefeito Gilson Andrade.

A secretária da Administração e Planejamento, Teresa Barreto Costa explica ainda que o percentual mínimo do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para ser utilizado na remuneração dos profissionais do magistério, é de 60%, e a Prefeitura de Estância, investe 86%. “Nunca o prefeito Gilson investiu o mínimo no setor da Educação, sempre mais. Fechamos 2019 com 74%, e iremos em 2020 para 86%, ou seja, cumprindo 26% a mais. Isso é valorizar a categoria”, disse.

Embora com a queda de arrecadação no mês de janeiro (cerca de 12%), mesmo assim, o prefeito Gilson Andrade vai honrar o pagamento do Piso dos Profissionais do Magistério, qual corresponde a R$ 2.886,24. Na região Sul, Estância é o primeiro município a pagar o piso salarial do magistério, e no Estado de Sergipe, fica entre os primeiros, atrás da Barra dos Coqueiros e Siriri.

Em entrevista recente, a professora Maria Augusta Alves Oliveira, que é coordenadora geral da Sub Sede Sul do SINTESE, destacou que Estância obteve a melhor pontuação do SINTESE na região justamente por atender os critérios da avaliação, e um deles é o pagamento do Piso do Magistério. Augusta reconheceu também a forma que é aplicado os recursos públicos com a educação, bem como a pontualidade de pagamento e transparência. “Já passamos por tempos truculentos devido a falta do diálogo, mas temos agora um gestor que mantém o diálogo, e isso é importante, pois, assim é dada a oportunidade de resolvermos problemas”, destacou.

De acordo com o SINTESE até a presente data, somente 14 municípios sergipanos, dos 74 onde o SINTESE tem filiados (professores e professoras de Aracaju são filados ao Sindipema), pagaram o reajuste do piso salarial de 2020 para professores e professoras das redes municipais.

São eles: Poço Redondo, Nossa Senhora da Glória, Estância, Cedro de São João, Telha, Pacatuba, Brejo Grande, Siriri, Riachuelo, Itabaiana, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Indiaroba e Lagarto.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação