2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Estância receberá investimentos de 22 milhões de reais com implantação da Faculdade de Medicina

Fonte: SECOM
18/10/2019 às 10h56

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Os recursos serão aplicados nos próximos 6 anos na compra de equipamentos, ampliação de unidades e no custeio das bolsas integrais para alunos carentes

O Município de Estância, distante cerca de 70 km da capital Aracaju, impulsionará o desenvolvimento da educação e da saúde de toda região Sul de Sergipe, com a implantação da Faculdade de Medicina. Essa conquista representa a grande luta do prefeito Gilson Andrade que, desde o seu primeiro ano de governo, buscou junto ao MEC, a indicação de Estância para receber uma das 29 novas unidades integradas ao programa “Mais Médicos”, que atua também na formação de profissionais através da criação de novos cursos de graduação em medicina.

“A implantação da Faculdade de Medicina em Estância possibilitará avanços em diversas frentes, com impactos diretos nos aspectos sociais, econômicos e na qualidade de vida da população. Além da oportunidade desses estudantes desenvolverem suas habilidades em nossas unidades de saúde, outras centenas de médicos de todas as regiões do país farão residência médica em nossa cidade, ampliando consideravelmente a oferta de especialistas nas mais diversas áreas, e com grande possibilidade de exercer a profissão aqui mesmo”, comemorou o prefeito Gilson Andrade.

A instalação do curso de Medicina foi direcionada aos municípios que atenderam os critérios de relevância e necessidade social da oferta de cursos de Medicina, segundo o Ministério da Saúde. Entre os requisitos, não ser capital, não possuir cursos de Medicina em seu território e estar a mais de 50 km de distância do curso de Medicina mais próximo. Ao todo, 29 municípios das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste foram contemplados, sendo que Estância foi à única cidade de Sergipe contemplada.

No município, a Universidade Tiradentes (Unit), foi à instituição vencedora que adquiriu junto ao MEC o direito da implantação do curso de Medicina. Essa relevante conquista foi evidenciada pelo coordenador do Curso de Medicina Richard Cabral e pelo professor Walter Marcelo, em explanação realizada na quinta-feira, 17, para médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde do município. Na oportunidade foi apresentado o formato do curso, forma de cooperação com o município na estruturação de equipamentos sociais na área de saúde, e detalhado o plano de investimentos nos próximos 6 anos. Ao todo serão investidos 22 milhões de reais no financiamento de bolsas integrais, e na melhoria dos espaços físicos como ampliação, compra de equipamentos e ampliação de unidades.

“O plano de investimentos apresentando pela Unit para os próximos 6 anos é de 22 milhões de reais. Uma parte desses investimentos serão utilizados para custear 10% das bolsas integrais para alunos de Estância. Ou seja, teremos médicos estancianos formados de forma gratuita em Estância. Os demais recursos serão aplicados na melhoria da rede de atenção básica da saúde de Estância. Por fim, ganha a cidade como um todo. Primeiro pela ampliação dos serviços proporcionados pela vinda de alunos, médicos e professores. Por outro lado ganha a saúde pública com a integração desses alunos desde o primeiro período as nossas unidades de saúde, possibilitando um grande salo de qualidade na prestação dos serviços de saúde”, afirmou o secretário de saúde Lourival Júnior.

O curso de medicina em Estância trará uma nova metodologia que permitirá o contato dos futuros médicos com a rede de atendimento já desde o primeiro período. “O curso de medicina implantado em Estância segue o modelo da lei do Mais Médico, por conta dessa lei o ponto mais importante é a parceria da instituição de ensino com a comunidade. Então as necessidades da comunidade passam a ser o foco principal do projeto pedagógico do curso. Todas as atividades que serão desenvolvidas com os alunos precisam estar relacionadas com o que acontece com relação a saúde da população local. Então existe uma atenção muito importante voltada apara atenção básica. Na verdade nós inovamos e criamos o laboratório da atenção básica. Então, antes desse aluno vivenciar a comunidade e a rede de saúde do SUS ele terá a possibilidade de usar esses laboratórios voltados para a rede de atenção básica para que possa ser treinado e capacitado para desenvolver não só os conhecimentos mas também as habilidades e atitudes que são necessárias para um médico”, explicou o coordenador do curso de medicina da Unit, Richard Cabral.

Outro grande avanço proporcionado pelo curso é a possibilidade de fixação de profissionais na região, já que além da formação de médicos será ofertado residência médica. Isso possibilita que profissionais de todo o país e os médicos formados em Estância, faça especialização sem a necessidade de migrar para outra região. Dessa forma, contribui para suprir a carência de médicos na região e que possam servir a população nas regiões desassistidas.

Ao final da apresentação, o público foi convidado a conhecer as novas instalações da instituição, laboratórios e centros de pesquisas do curso de medicina. Ações que demonstram o compromisso de promover o aprendizado aliado à prática. De acordo com a diretora do Campus Estância, professora Adriana Rocha, a instituição dispõem de toda a estrutura física necessária para o início do curso de Medicina em 2020. Também Adriana destacou que a instituição disponibilizará 10% das vagas para alunos oriundos da rede pública de Estância, possibilitando a realização do sonho de cursar medicina na própria cidade e sem custo.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação