2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Estreante no Carnaval de Estância realiza ensaio técnico e coroação da rainha

Fonte: SECOM
04/02/2018 às 10h37

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O Carnaval de Estância 2018 "Mais que uma folia, uma tradição cultural" ganhou o reforço de mais uma agremiação para o desfile das escolas de Samba, a "Acadêmicos do Bem Viver". A estreante realizou, ontem, sábado, 3, mais um ensaio técnico para fazer bonito na terça-feira de Carnaval.

Além do ensaio, a Escola promoveu um concurso para a eleição da sua Rainha e Madrinha. Por votação popular, a jovem Andreza Santos foi eleita a Rainha e Dairene Santos a madrinha.

A escola, em seu primeiro desfile, vai fazer uma homenagem à cantora e compositora Clara Nunes. Para isso, traz o samba enredo “Um Canto à África, Cantado num Navio, Entoado no Brasil , Um Canto à Clara". Que, além da homenagem à cantora, pretende abordar a cultura e a religiosidade africanas.

A Acadêmicos do Bem Viver, escola que representa o bairro São Jorge, vai levar à avenida cerca de 100 componentes, um carro alegórico, 10 tripés e 4 alas.

O presidente da Escola, Cremisson Cardoso, explica o motivo da escolha do samba enredo. “Esse ano, nós estamos homenageando a nossa grande cantora e intérprete Clara Nunes. A escolha desse tema se deu justamente pela fé que ele tinha nas religiões de matrizes africanas", explicou.

O desfile carnavalesco conta com total apoio da Prefeitura Municipal de Estância, sob a coordenação da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, e acontece na terça-feira de Carnaval, 13, a partir das 19h, com concentração na Avenida Getúlio Vargas. Cada agremiação terá até 1 hora a e 15 minutos para encerrar o desfile. Desfilarão, neste ano, as Escolas de Samba Acadêmicos do Bem Viver, Imperatriz da Cidade, Acadêmicos do Porto, Amantes do Samba e Império do Samba.

Samba Enredo

Um Canto à África, Cantado num Navio, Entoado no Brasil, Um Canto à Clara

Navio Negreiro

Que trouxe os negros

Pelas águas do alto-mar

No porão nascia uma deusa

Mãe de Angola te batizou

De Clara Nunes, para o mundo clarear

Era protegido pelo guerreiro ogum

Trazia a beleza do senhor dos ventos Yabás

Canta senzala, canta Moçambique

Canta os povos negros e Yourubás

Canta Acadêmicos do Bem Viver

Saudando a menina dos olhos de Oxalá

Foi beira-mar, foi beira-mar, que mandou

Foi beira-mar, foi beira-mar

Canta Clara Nunes,

Morena de Angola deusa do samba

Filha de Ogum com Yansá, alma divina!

Autor: Wilton Santos e Araújo Junior

Intérprete: Araújo Junior, David Santos e Janderson Santos

Carnavalesco: Plácido Werneck.

SECOM

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação