2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Fespofale encerra a programação comemorativa do aniversário de Estância desta sexta-feira

Fonte: SECOM
05/05/2018 às 07h37

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


As comemorações alusivas aos 170 anos de elevação de Estância à categoria de cidade contou com mais um ponto alto: a 36ª edição do Festival de Poesia Falada de Estância (Fespofale). O evento foi realizado na noite desta sexta-feira, 4, no auditório do Fórum Ministro Heitor de Souza.

Organizado pelo Clube dos Poetas, com total apoio da Prefeitura de Estância, por intermédio da Secretaria Municipal da Cultura e do Turismo, a edição 2018 do Fespofale Troféu “No Baile das Palavras”, mais uma vez, abrilhantou a noite do aniversário de Estância. Com a casa cheia, 12 poetas, oriundos de sete municípios sergipanos, deram um show de interpretação e empolgaram o público.

Na abertura, uma linda apresentação da Companhia de Dança Estanciana Vivart encantou os presentes. Seus bailarinos, mais uma vez, engrandeceram e elevaram a autoestima do povo estanciano, cidade que respira cultura.

Em seguida, foi à vez de conferir as apresentações de grandes poetas. Iniciada pelo estanciano Yoran Rayckard, que interpretou a poesia “Ontem e Hoje”. O segundo poema da noite foi “Meu Agora Outrora”, interpretado pela estanciana Thainá Batista. Em seguida, foi declamada a poesia “O Diabo Veste Terno”, de autoria da estanciana Thaylane Aragão.

O quarto poema da noite foi “O Rapaz do Espelho”, de autoria de Jenilon Lima do Município de Capela. Logo depois, foi o momento de conferir a poesia “Gotas”, de autoria da poetisa Maria Eduarda Oliveira, interpretada pelo poeta Rafael de Souza, da cidade de Monte Alegre.

A sexta poesia foi “Ego, Não Nego”, de autoria da estanciana Vitória d’ Almas. A sétima poesia a se apresentar no Fespofale foi “A Um Boêmio”, de autoria do aracajuano Pablo dos Santos. Depois veio o poema “Peregrino Errante”, de autoria do estanciano José Edson.

A lagartense Helena Araújo foi a nona poetisa a subir ao palco para interpretar a poesia “No Entanto”. A décima poesia a se apresentar foi “Naufrágio”, de autoria da Poetisa Fernanda Santos da cidade de Monte Alegre. A penúltima poesia apresentada “UTI”, do japaratubense Darquiran Costa. E, encerrando as declamações do festival, o aracajuano Lucas Almeida, interpretou a poesia “Balbuciar”.

As poesias foram julgadas por uma comissão formada por cinco membros. São eles: Luzia Nascimento, escritora e membro das Academias Estanciana e Sergipana de Letras; Alcebiades Júnior, poeta escritor e membro do CPE; Adriana Rocha, mestra em educação e diretora da Unit; Dirce Nascimento, poetisa, bailarina e advogada; e Wilton Santos, membro do CPE e vencedor da última edição do Fespofale.

Antes da divulgação do resultado oficial do concurso, todos os participantes do Festival de Poesia receberam o certificado de participação. Outro ponto alto do concurso foram as homenagens a personalidades estancianas que contribuíram e ainda contribuem para o crescimento cultural da cidade. Desta vez, o evento homenageou a dona da Batucada Buscapé Josefa Santos D’Assunção, que é carinhosamente conhecida como Dona Zefinha da Batucada.

O reconhecimento se deu pela dedicação à manutenção da cultura popular. O segundo homenageado da noite foi o grupo de dança formado por jovens do bairro Valter Cardoso Costa (Cidade Nova). Levando a todo o Estado as danças de rua, como o hip hop e outros ritmos, recebe a homenagem o grupo de dança Bultrax. Finalizando as homenagens, a Escola de Dança Vivart, fundada por Fabiana Montalvão Brasil, que, há 13 anos, realiza grandes espetáculos no Município de Estância.

Vencedores

A grandiosidade e importância do festival podem ser dimensionadas pelo grande número de inscritos - foram quase 100 poemas de 48 poetas e 15 cidades representadas. E os poetas selecionados comprovaram isso ao realizarem um grande espetáculo cultural que inspira as novas gerações há mais de 36 anos. Devido à grande qualidade técnica dos participantes, os jurados tiveram muito trabalho para escolher aquele que realmente merecia o título de grande vencedor do Fespofale 2018.

Após a apuração e contagem de pontos, ficou em terceiro lugar a poetisa Fernanda Santos, que interpretou a poesia Naufrágio. Pelo feito, ela recebeu a importância de R$ 1.000,00, além do troféu. O segundo lugar ficou com o poeta Jose Edson, que interpretou a poesia Peregrino. Além do Troféu recebeu a importância de R$ 1.500,00.

O prêmio de melhor interpretação da noite na opinião dos jurados foi para a poetisa Vitória Davila que interpretou a poesia Ego, Não Nego. Pela conquista, a intérprete recebeu o troféu e o prêmio de R$ 1.000,00. O prêmio mais aguardado da noite onde foi para o poeta Yoran Rayckard , que se consagrou como o grande vencedor do 36º Fespofale ao interpretar a poesia Ontem e hoje. Pela conquista, recebeu o troféu e a importância em dinheiro de R$ 2.000,00.

Presenças

Prestigiam a 36ª edição do Fespofale, o Prefeito Gilson Andrade; a vice-prefeita professora Adriana Leite; a presidente do Clube dos Poetas, Guadalupe Batista; secretários da gestão municipal; o empresário Ivan Leite e membros da imprensa, Vereador Artur Oliveira, Anderson Nascimento, presidente da Academia Sergipana de Letras, Carlos Alexandre, presidente da Academia do Sertão; Lucas Lamdnir, presidente da Academia Gloriense de Letras, Dailton de Crasto presidente da Academia Estanciana de Letras; Salete Nascimento, membro da Academia Sergipana de Cordel; Solange Gama, presidente da Academia Cristina Politana de Letras; Domingos Paschoal, representante da Academia de Letras de Maruim; cantora Iranir Brisa nordestina; Péricles Rocha, secretário da Cultura de Japaratuba.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação