2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Realização de Integre-SE lota o Arraial Zé Taquari

Fonte: SECOM
11/06/2018 às 10h23

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Na última sexta-feira, 8, o “Arraial Zé Taquari”, na Praça Barão do Rio Branco, esteve lotado, onde grande público foi prestigiar o lançamento oficial do “Integre-SE”, projeto de intercâmbio cultural idealizado por um conjunto de pessoas chamado “Coletivo de Cultura e Turismo” que integra seis municípios participantes (Estância, Laranjeiras, São Cristóvão, Indiaroba, Canindé; e o município alagoano convidado Delmiro Gouveia), PRODETUR/SE e a Universidade Federal de Sergipe (UFS), através do Programa de Pós-Graduação em Turismo.

Antes de declarar aberta a programação do projeto, no palco do arraial foram convidados autoridades e parceiros dessa iniciativa, que ao lado do prefeito Gilson Andrade (PTC) e da Vice-prefeita, professora Adriana Leite (PRB) deram boas vindas ao público presente. Lá estavam o deputado federal Jony Marcos (PRB); o secretário municipal da Cultura e Turismo, Manoel Messias; representando o PRODETUR-SE, Cristiana Fernandes; o prefeito de Indiaroba, Adinaldo Nascimento; o vereador Misael Dantas (PSC); o empresário Ivan Leite; o secretário de Estado da Cultura, Cincinato Junior; o professor Dr. Dênio Azevedo, que é o coordenador do programa de Pós-graduação em Turismo na Universidade Federal de Sergipe; a coordenadora do SEBRAE – Estância, Eloísa Fontes; além de secretários da gestão municipal, assim como agentes culturais dos municípios envolvidos no projeto e a população em geral.

Após a fala do gestor municipal que destacou a alegria em sediar no município a abertura oficial do projeto, foi aberta a programação com a apresentação da “Batucada dos Amigos”, que ao som dos instrumentos musicais (tambor, reco-reco, ganzá e triângulo) e vestidos com indumentárias juninas, integrantes do grupo no compasso rítmico das batidas dos pés fizeram uma amostra dessa manifestação cultural estanciana. Em seguida, meninos e meninas da “Orquestra Violada”, do município de Indiaroba, apresentaram um repertório eclético.

O município de São Cristóvão também se fez presente com a apresentação do grupo folclórico “Caceteira do Mestre Rindu”. O batuque de tambores e apito dos mestres contagiou o público com a brincadeira conduzida pela cantoria ao som da cuíca, ganzá, caixa e bumbos. Em seguida, o “Cacumbi do Mestre Deca”, grupo folclórico do município de Laranjeiras, foi a atração do palco do arraial Zé Taquari. O grupo que é formado por homens vestidos com camisas amarelas, calças e tênis pretos, além de chapéus enfeitados por espelhos e fitas coloridas, dançaram ao som de apito, cuícas, pandeiros, tamborins e ganzás.

A tradição poética nordestina em forma de cantoria também foi exibida no Integre-SE. Ao som das violas declamando poemas rimados, matutos e sobre variados temas, os repentistas “Vem-Vem do Nordeste & João Bezerra”, do município de Canindé de São Francisco, se apresentaram. E fechando a programação do evento, a exibição do majestoso barco de fogo que correu no arame montado na avenida Capitão Salomão, em frente a Praça Barão do Rio Branco, dando um espetáculo de luzes e cores. Em seguida, ao som da sanfona, triângulo e zabumba, o trio pé de serra Morangos do Nordeste comandou a animação no Arraial Zé Taquari encerrando a programação do

Integre-SE”.

Artesanato e gastronomia estiveram presentes no Integre-SE

O "Integre-SE" foi além das apresentações culturais, pois também teve exposições de gastronomia e artesanato em barracas montadas na Praça Barão do Rio Branco.

O município de São Cristóvão levou o seu artesanato de bonecas de panos temáticas, além de peças de xilogravuras temáticas, peças do espaço Licor & Artes e cordéis temáticos. Na gastronomia, doces de Santaninha, bricelets (biscoitinhos finos), queijadas, beiju de tapioca e o pisa macio, uma cachaça inventada por um morador da cidade. A empresária Marta Angélica, do município de São Cristóvão, levou a Casa da Queijada, com as famosas queijadinhas que são consideradas Patrimônio Cultural Imaterial de Sergipe. “A produção das queijadinhas é mantida em minha família há mais de 60 anos, passando de geração a geração”, disse.

Com a exposição da gastronomia Yépada, o município de Laranjeiras levou marisqueiras do povoado Mussuca, que expuseram iguarias como bobó de camarão, caruru e churrasquinho de camarão; e as artesãs da Casa do Artesanato levaram peças produzidas em renda irlandesa, que consistem em um Patrimônio Cultural do Brasil, que só existe em Sergipe. “Esse evento vem a fortalecer a economia criativa do interior sergipano, através dessa ação”, destacou a diretora de Turismo de Laranjeiras, Cassandra Teodoro.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação