2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Recanto Verde recebe mapeamento dos problemas e necessidades de saúde da população

Fonte: SECOM
01/11/2019 às 11h57

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O trabalho é realizado pelos alunos do 7º período do curso de Enfermagem em parceria com a Secretaria da Saúde

A administração municipal tem intensificado diversas ações para promover uma melhor assistência à população estanciana. O projeto inclui ampliação, reforma e construção de novas unidades. Bem como investimentos em equipamentos, treinamentos e frota de veículos. Além dessas importantes ações diretas, a Prefeitura de Estância por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), tem realizado parcerias com Universidade Tiradentes (Unit), para melhor assistir à população em relação a identificação e diagnóstico de problemas de saúde, no tocante área de abrangência da equipe de Saúde da Família do Residencial Recanto Verde.

Esse mapeamento é um instrumento essencial para a caracterização da população e de seus problemas de saúde, bem como para o planejamento, a execução e a avaliação do impacto dos serviços oferecidos sobre os níveis de saúde para população. Essa ferramenta auxilia no processo de diagnóstico local e identificação dos problemas e necessidades de saúde da população, possibilitando a priorização de intervenções clínicas e sanitárias nos problemas de saúde segundo critérios de frequência, risco, vulnerabilidade.

“Nós estamos realizando o reconhecimento do território da unidade de saúde do Residencial Recanto Verde, e aproveitando para fazer a estratificação do risco familiar das casas, para que dessa forma possamos conhecer melhor cada morador da comunidade e planejar ações direcionadas para esse público. Além dessa atividade a gente desenvolve consultas na UBS com agendamento prévio e agente faz atediamento a crianças, consulta de enfermagem à saúde da mulher, pré-natal, exames citopatológico, ao adulto principalmente focada nas doenças crônicas devido o grande número de hipertensão, diabetes, avaliação de portadores de pré-diabéticos”, explicou a professora do curso de Enfermagem Fábia Luana.

O estudante Rodrigos Nunes explicou sobre a importância da realização do estágio supervisionado na comunidade. “Nesse trabalho de campo nós estudantes do 7º período temos a possibilidade de fazer a cristalização dos conhecimentos adqueridos no curso. Para mim esse contato com a comunidade é uma experiência enriquecedora, porque conseguimos conhecer os problemas da população. Então, a parte de saúde coletiva é muito importante para evitar a superlotação de hospitais. Quando a atenção primária é eficaz, reduzimos de 80 a 90 % os problemas da população”, disse.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação