2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Reunião debate possibilidade de instalação de Pólo de Confecções em Estância

Fonte: SECOM
17/04/2018 às 18h32

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A Prefeitura de Estância tem se empenhado em atrair novos empreendimentos para a cidade, a fim de propiciar um crescente desenvolvimento econômico ao Município, abrindo novos postos de emprego e, consequentemente, promovendo melhorias na renda das famílias.

Nesse esforço contínuo em atrair novas empresas ao Pólo Industrial de Estância, na manhã de terça-feira, 17, o salão nobre da Prefeitura de Estância recebeu o empresário Pedro Barbosa, proprietário do grupo Ipatinga. Durante o encontro, foi discutida a possibilidade de implantação de um Pólo Comercial para a venda de confecções, em uma área de 16 mil metros quadrados, situada às margens da BR-101 e do trevo de acesso à rodovia Estadual Venâncio Fonseca.

O empresário tem o interesse em criar um grande centro para a produção e venda de confecções e justificou a escolha do município pelas suas características, localização estratégica e pelas indústrias que serão fornecedoras de matéria-prima.

“A cidade de Estância possui muitas possibilidades de investimentos. Nessa cidade há terras disponíveis, logística e excelente localização. Estamos muito envolvidos na busca pelo desenvolvimento econômico e com a geração de empregos por meio do estímulo ao empreendedorismo. Então, diante desses fatores pretendemos tornar o município em um Grande Pólo de Confecções”, ressaltou o empresário.

Ainda na reunião o empresário esclareceu que ficará sobre a sua responsabilidade a criação de toda a estrutura para instalação do empreendimento. Para isso, ele contará com todos os incentivos fiscais por parte da Prefeitura de Estância, auxílio na elaboração e obtenção das licenças ambientais, de instalação e na regularização da documentação junto à Codise.

Na oportunidade, foi levantada ainda a possibilidade de criar cursos específicos em parceria com o Senai, para a formação de mão-de-obra, e do Núcleo de Apoio ao Trabalho de Estância (NAT), para promover capacitações específicas para atender a essa demanda, oportunidade essa facilitada pela existência, na cidade, do Centro de Geração de Emprego e Renda com a oferta do curso de corte e costura.

A reunião contou também com a presença do Gerente do Banco do Nordeste, Ricardo Luiz Carvalho Osório, que colocou as linhas de crédito e financiamento do banco à disposição para execução do projeto. O secretário do Desenvolvimento Econômico, Carlos Blinofi, e o adjunto da pasta, Laércio Viana; a coordenadora do NAT, Suely Barreto; o assessor de Desenvolvimento Kleber Oliveira; e a agente de desenvolvimento Carina Pugliesi também marcaram presença na ocasião.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação