2180

Prefeitura Municipal de Estância

Pular para o conteúdo

Agricultura| Cajucultura abre novas possibilidades para pequenos produtores de Estância

21/11/2020 às 08h11

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Projeto da Prefeitura de Estância visa diversificar a Fruticultura no município

Com o intuito de fortalecer a produção rural, a Prefeitura de Estância segue buscando novas alternativas para fortalecer os pequenos produtores rurais. Seguindo essas diretrizes, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico realizou na tarde desta sexta-feira, 20, na Escola Agrícola Antônio Carlos Valadares, o 1° Dia de Campo da Cajucultura do Município.

O evento foi direcionado aos pequenos produtores rurais, com o intuito de auxiliá-los na diversificação da fruticultura. Na oportunidade o Engenheiro Agrônomo Alberto Espinheira proferiu uma palestra sobre as formas de manejo dos benéficios do cajueiro anão precoce. Essa variedade foi desenvolvida pela Embrapa e permite a retirada de 7 safras por ano.

"O município de Estância é um dos grandes produtores de suco de frutas do estado. E o cultivo do cajueiro anão precoce é uma oportunidade de fomentar as áreas de produção de frutas. E o nosso objetivo é exatamente esse, aumentar a produção e iniciar a produção de caju para abastecer as indústrias. Já que a nossa variedade produz mil e trezentos quilos por hectare e 13 mil quilos de pedúnculo, podendo aproveitar 50% desse material para indústria e os outros 50% para a mesa (consumidor). Enquanto o nativo produz 250 quilos de castanha e não aproveita o pedúnculo", explicou.

Presente no evento, o Secretário do Desenvolvimento Econômico, Carlos Blinofi, destacou a importância da cajucultura. "Essa atividade é muito importante para o desenvolvimento econômico. Embora a Cultura do Caju já exista na nossa região, essa variedade começa a produzir com 5 ou 6 meses. E a partir de 1 ano e meio o produtor já passa a ter uma boa produtividade, desde que ele siga todas as técnicas de manejo e cultivo. E esse encontro veio mostrar que essa atividade pode deixar de ser extrativista para ser uma atividade econômica e viável. E a gestão municipal dá um passo significativo nesse desenvolvimento ao produzir essas matrizes aqui na Escola Agrícola", pontuou.

Já o vereador Misael Dantas, destacou o lado social desse projeto implantado pela gestão municipal. "Eu vejo com muita alegria essa iniciativa de amparar esses agricultores. E mesmo faltando poucos dias para o encerramento deste ciclo, o Prefeito Gilson Andrade está inovando ao trazer alternativas de rendas para o pequeno agricultor do município de Estância. Então, parabenizo por essa iniciativa e pelo compromisso para com os produtores rurais e para com a nossa zona rural", disse.

Além de todo suporte técnico da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, os produtores também contarão com linha de crédito do Banco do Nordeste. Isso é possível por ela já ser uma cultura zoneada e sendo assim pode contar com recursos dos bancos oficiais, já que é uma fruta nativa da região de alta produtividade.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação